Marina é despreparada?

Graduada em história com pós-graduação em Teoria Psicanalítica e Psicopedagogia:

Marina se alfabetizou aos 16 anos, enquanto trabalhava como empregada doméstica e progrediu nos estudos de maneira rápida. Hoje, possui graduação em História - lincenciatura (Universidade Federal do Acre) com pós-graduações em Teoria Psicanalítica (Universidade de Brasília) e Psicopedagogia (Universidade Católica de Brasília).

Ambientalista reconhecida mundialmente:

A militância socioambiental de Marina é reconhecida mundialmente, tendo recebido os principais prêmios internacionais na área ambiental (Goldman Environmental Prize, WWF Duke of Edinburgh Medal, UN Champions of the Earth), ao ponto de ser convidada para carregar a bandeira olímpica na abertura das Olimpíadas de Londres em 2012. Em 2017, Marina também foi convidada pelo presidente francês, Emmanuel Macron, para debater o ‘pacto mundial pelo meio ambiente’ na ONU.

Performance exemplar em cargos públicos:

Marina foi senadora durante 16 anos e Ministra do Meio Ambiente em outros 5. Como ministra, uma de suas conquistas foi o Plano de Ação para Prevenção e o Controle do Desmatamento da Amazônia Legal, que contou com o esforço integrado de 14 ministérios. Graças ao projeto, o ritmo de desmatamento da Amazônia caiu 57% em apenas três anos, passando de 27 mil km² para 11 mil km² ao ano. Mais de 1.500 empresas ilegais foram desconstituídas, com a prisão de 700 pessoas. A apreensão de madeira somou um milhão de metros cúbicos. Iniciativas como essa aumentaram sua projeção internacional.

No final de 2007, o jornal britânico “The Guardian” incluiu Marina entre as 50 pessoas que podem ajudar a salvar o planeta.

Referências: