Marina é em cima do muro?

Marina tem posicionamentos claros em todos os principais tópicos avaliando o mérito de cada situação. Veja aqui uma lista de conteúdo que já cobrimos no site:

Tópico Link
Marina sumida 175 vezes que Marina Silva se manisfestou entre 2014 e 2018
Posição sobre Mariana (MG) Artigos e posicionamentos se pedindo punição mais sevéra no crime de Mariana
Posição sobre o #ForaTemer Se posicionou a favor da cassação de Dilma e Temer por fraude eleitoral
Posição sobre o impeachment Se posicionou a favor depois de comprovado crime de responsabilidade
Posição sobre Estado laico Defende o estado laico fervorosamente
Posição sobre o aborto É a favor da lei atual mas defende melhorar o atendimento das mulheres e focar em planejamento familiar
Posição sobre o criacionismo na escola Não é a favor em escolas públicas e defende que a teoria da evolução seja parte obrigatória do currículo nacional

Conclusão

O conceito do muro – ou do “em cima do muro” – serve e fortalece a polarização política que tanto tem feito mal ao Brasil, como se apenas existissem dois lados, o do azul e o do vermelho. Marina avalia as questões no mérito e não se coloca impreterivelmente na posição de oposição por oposição, que só vê defeitos mesmo quando as virtudes são aparentes, nem de situação por situação, que só vê qualidades mesmo quando os erros são evidentes.

O mal da polarização política é que os posicionamentos se tornam reféns de atrelamentos aos pólos, revelando incoerências quando há uma alteração de quem está no governo e quem está na oposição, conforme tem sido revelado nas duas últimas décadas no Brasil. O Brasil precisa se reencontrar com os brasileiros, o país está cindido e isso é algo que precisa ser reparado.