Marina recebeu dinheiro da Odebrecht?

O vídeo com o depoimento do ex-diretor da Odebrecht, Alexandrino de Alencar, confirma que os diretores da empresa pediram para conversar com a candidata e foram recebidos num local de acesso público. O depoimento reforça que no encontro as conversas se basearam na discussão de propostas, nas palavras dele: “posicionamento, valores culturais – não monetários – e estratégias”, sem qualquer pedido de financiamento ou contrapartida. Sendo assim, e na situação atual do Brasil, talvez fosse digno de manchete o fato de ainda existirem políticos que não aceitam propina nem usam caixa 2 em uma campanha eleitoral. Infelizmente, o destaque que se dá a esse “não-fato” é uma tentativa de gerar suspeitas. Marina não está sendo investigada na Lava-Jato e apoia todas as investigações e denuncia com indignação as tentativas de “estancar” a operação Lava-Jato.